O Que é: Auxílio-Acidente

O auxílio-acidente é um benefício previdenciário oferecido pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) aos trabalhadores que sofreram algum tipo de acidente ou doença que resultou em uma redução parcial e permanente da capacidade para o trabalho. Esse benefício tem como objetivo compensar a perda de renda do trabalhador em decorrência do acidente ou doença, garantindo uma estabilidade financeira enquanto ele se recupera ou se adapta a uma nova realidade.

Quem tem direito ao Auxílio-Acidente?

Para ter direito ao auxílio-acidente, o trabalhador precisa preencher alguns requisitos estabelecidos pela legislação previdenciária. Primeiramente, é necessário que o acidente ou doença tenha causado uma redução parcial e permanente da capacidade para o trabalho. Além disso, é preciso comprovar a qualidade de segurado do INSS, ou seja, estar em dia com as contribuições previdenciárias. É importante ressaltar que o auxílio-acidente não é concedido para acidentes de trabalho, pois nesses casos o trabalhador tem direito ao auxílio-doença acidentário.

Como solicitar o Auxílio-Acidente?

Para solicitar o auxílio-acidente, o trabalhador deve agendar um atendimento no INSS, por meio do telefone 135 ou pelo site oficial do órgão. No dia e horário agendados, ele deverá comparecer à agência do INSS mais próxima, levando consigo a documentação necessária, como RG, CPF, carteira de trabalho, laudos médicos, entre outros. É importante destacar que a concessão do benefício está sujeita à avaliação médica realizada pelo perito do INSS, que irá verificar se o trabalhador realmente possui uma redução parcial e permanente da capacidade para o trabalho.

Qual o valor do Auxílio-Acidente?

O valor do auxílio-acidente corresponde a 50% do salário de benefício do trabalhador, que é calculado com base na média dos seus últimos 12 salários de contribuição. No entanto, é importante ressaltar que esse valor não pode ser inferior ao salário mínimo vigente. Além disso, o auxílio-acidente não é cumulativo com outros benefícios previdenciários, como a aposentadoria ou o auxílio-doença. Caso o trabalhador já esteja recebendo algum desses benefícios, ele terá que optar por um deles.

Qual a duração do Auxílio-Acidente?

O auxílio-acidente é um benefício vitalício, ou seja, não possui prazo determinado para ser encerrado. No entanto, ele pode ser cessado caso o trabalhador recupere totalmente a capacidade para o trabalho ou venha a falecer. Além disso, é importante destacar que o auxílio-acidente não impede o trabalhador de exercer outras atividades remuneradas, desde que elas não comprometam a sua recuperação ou a sua capacidade para o trabalho.

Como é feito o pagamento do Auxílio-Acidente?

O pagamento do auxílio-acidente é realizado mensalmente pelo INSS, por meio de depósito em conta corrente ou por meio de saque em agências bancárias. O trabalhador deve informar ao INSS os dados da conta corrente em que deseja receber o benefício, para que o pagamento seja efetuado de forma correta e regular. É importante ressaltar que o auxílio-acidente não é retroativo, ou seja, o trabalhador só receberá as parcelas a partir da data de concessão do benefício.

Quais são as obrigações do trabalhador que recebe o Auxílio-Acidente?

O trabalhador que recebe o auxílio-acidente possui algumas obrigações perante o INSS. Primeiramente, ele deve manter o seu endereço atualizado junto ao órgão, para que as correspondências e informações importantes sejam enviadas corretamente. Além disso, é necessário comparecer às perícias médicas agendadas pelo INSS, a fim de comprovar a continuidade da redução parcial e permanente da capacidade para o trabalho. Caso o trabalhador não cumpra essas obrigações, o benefício pode ser suspenso ou cancelado.

É possível acumular o Auxílio-Acidente com outros benefícios?

Não é possível acumular o auxílio-acidente com outros benefícios previdenciários, como a aposentadoria ou o auxílio-doença. Caso o trabalhador já esteja recebendo algum desses benefícios, ele terá que optar por um deles. No entanto, é importante ressaltar que o auxílio-acidente não impede o trabalhador de exercer outras atividades remuneradas, desde que elas não comprometam a sua recuperação ou a sua capacidade para o trabalho.

Quais são os direitos do trabalhador que recebe o Auxílio-Acidente?

O trabalhador que recebe o auxílio-acidente possui alguns direitos garantidos pela legislação previdenciária. Além do benefício financeiro mensal, ele tem direito à estabilidade no emprego pelo período de 12 meses após a cessação do auxílio-acidente. Isso significa que o empregador não pode demiti-lo sem justa causa nesse período, garantindo-lhe uma maior segurança no mercado de trabalho. Além disso, o trabalhador também tem direito à reabilitação profissional, ou seja, a receber treinamento e assistência para se adaptar a uma nova atividade ou profissão, caso seja necessário.

Quais são as principais doenças que podem gerar direito ao Auxílio-Acidente?

O auxílio-acidente pode ser concedido para diversas doenças que resultem em uma redução parcial e permanente da capacidade para o trabalho. Alguns exemplos dessas doenças são: lesões na coluna vertebral, doenças degenerativas, doenças ocupacionais, doenças respiratórias, doenças cardíacas, entre outras. É importante ressaltar que cada caso é avaliado individualmente pelo perito do INSS, que irá verificar se a doença realmente causa uma redução parcial e permanente da capacidade para o trabalho.

Como recorrer caso o Auxílio-Acidente seja negado?

Caso o auxílio-acidente seja negado pelo INSS, o trabalhador tem o direito de recorrer da decisão. Para isso, ele deve entrar com um recurso administrativo no próprio INSS, apresentando argumentos e provas que comprovem o seu direito ao benefício. Caso o recurso administrativo seja negado, o trabalhador ainda pode recorrer à Justiça, por meio de uma ação judicial. Nesse caso, é recomendado buscar a orientação de um advogado especializado em direito previdenciário, que irá auxiliar o trabalhador durante todo o processo.

Sobre o Autor

Iniciar Conversa
1
FALE COMIGO!
Olá,
Este é o meu whatsapp.
Clique e fale comigo. Tire sua dúvida ou dê sua sugestão,