O que é Adicional de Risco Físico?

O adicional de risco físico é um benefício concedido aos trabalhadores que exercem atividades em ambientes considerados perigosos ou insalubres. Essa remuneração adicional é destinada a compensar os riscos à saúde e à integridade física que esses profissionais estão expostos durante o desempenho de suas funções.

Quais são as atividades consideradas de risco físico?

Diversas atividades podem ser classificadas como de risco físico, sendo necessário avaliar cada caso individualmente para determinar se o trabalhador tem direito ao adicional. Alguns exemplos comuns de atividades que podem gerar o direito ao adicional de risco físico são:

1. Trabalho em altura

O trabalho em altura é considerado uma atividade de risco físico, pois envolve a possibilidade de quedas que podem resultar em lesões graves ou até mesmo em óbito. Profissionais que atuam em construção civil, manutenção de fachadas e telhados, entre outros, podem ter direito ao adicional de risco físico.

2. Exposição a agentes químicos

Trabalhadores que estão expostos a agentes químicos nocivos à saúde, como produtos químicos tóxicos, poeiras, gases e vapores, podem ter direito ao adicional de risco físico. Essa exposição pode ocorrer em indústrias químicas, laboratórios, postos de gasolina, entre outros locais.

3. Ruído excessivo

A exposição constante a ruídos excessivos pode causar danos à audição e outros problemas de saúde. Profissionais que trabalham em ambientes com níveis de ruído acima dos limites estabelecidos pela legislação podem ter direito ao adicional de risco físico.

4. Radiação ionizante

Atividades que envolvem a exposição a radiação ionizante, como em hospitais, clínicas de radiologia e indústrias nucleares, podem gerar o direito ao adicional de risco físico. A radiação ionizante pode causar danos à saúde, como câncer e mutações genéticas.

5. Temperaturas extremas

Trabalhadores expostos a temperaturas extremas, seja calor ou frio, podem ter direito ao adicional de risco físico. Essa exposição pode ocorrer em atividades como soldagem, fundição, câmaras frigoríficas, entre outras.

Como é calculado o adicional de risco físico?

O adicional de risco físico é calculado com base no salário do trabalhador e no grau de risco da atividade exercida. O grau de risco é determinado por normas regulamentadoras específicas para cada setor de atividade. Quanto maior o grau de risco, maior será o percentual do adicional.

Quais são os direitos do trabalhador que recebe o adicional de risco físico?

Além do adicional de risco físico, o trabalhador que exerce atividades de risco tem direito a outros benefícios, como adicional noturno, horas extras, intervalos especiais, entre outros. É importante que o empregador cumpra todas as obrigações legais e garanta a segurança e a saúde do trabalhador.

Conclusão

O adicional de risco físico é um benefício importante para os trabalhadores que exercem atividades em ambientes perigosos ou insalubres. Essa remuneração adicional visa compensar os riscos à saúde e à integridade física que esses profissionais estão expostos. É fundamental que o empregador cumpra todas as obrigações legais e garanta a segurança e a saúde do trabalhador, além de fornecer os benefícios devidos, como adicional de risco físico, adicional noturno e horas extras.

Sobre o Autor

Iniciar Conversa
1
FALE COMIGO!
Olá,
Este é o meu whatsapp.
Clique e fale comigo. Tire sua dúvida ou dê sua sugestão,